20 de out de 2012

Amanda Todd garota de 15 anos que se suicidou após sofrer bullying

OBS ¹ : Essa " reportagem " eu achei aqui então todos os créditos a ela
ok , eu achei bem interessante e chocante essa história e resolvi passar para vocês ....

Garota de 15 anos se suicida por sofrer bulying após ter mostrado seios no facebook

A garota de 15 anos postou um vídeo na internet, 
no qual descrevia o sofrimento por causa do
bullying e ciberbullying que a levaram a consumir álcool e drogas.
No vídeo de nove minutos,
ela conta sua história através de papéis que ela mesma escreveu.

Amanda Todd foi encontrada morta enforcada 
em sua casa, no dia 10 de outubro de 2012,     
   um mês depois de postar um vídeo no Youtube
 em que contava sua emocionante história.

A ex-líder de torcida disse ter sido convencida por um estranho
 a mostrar seus seios em um
bate-papo online no Facebook. Amanda conta no vídeo que cometeu 
esse grande erro quando
tinha 12 anos e estava na sétima série.
 “Certa vez, um estranho me pediu para ligar a webcam
e mostrar meus seios”
, relata a jovem.


Um ano depois do acontecido, 
um homem anônimo entrou em contato com ela pelo Facebook
com ameaças de publicar a foto 
caso ela não concordasse em se exibir novamente.

Como Amanda não se rendeu, 
ele executou a ameaça: divulgou a imagem para todos os seus
amigos. Não satisfeito, algum tempo 
depois criou uma conta no Facebook, onde a foto do perfil
era a foto de seus seios.
 “Chorei várias noites seguidas, perdi meus amigos
 e o respeito de todos”.
Foi nessa época que ela começou a se cortar.
Amanda relata ainda que tentou se envenenar 
bebendo água sanitária e pela ingestão remédios,
pois sua tortura continuou até fora do Facebook.
 Nunca conseguiu superar a vergonha.

O caso gerou uma forte comoção entre os internautas de todo o mundo,
 que descarregaram na
internet palavras de condolências. 
Tanto no Twitter ou em inúmeras páginas criadas no
Facebook as pessoa não param de lhe render tributo.
 No Youtube, uma enxurrada de vídeos
responde ao que Amanda publicou.
O grupo ciberativista Anonymous confirma
 ter rastreado o homem que praticou ciberbullying
contra Amanda Todd. Segundo o coletivo, o criminoso é 
um sujeito de 30 anos, que mora em
New Westminster, na província canadense de British Columbia.
 Mas segundo a polícia
canadense, o suspeito alega que era amigo de 
Amanda e indicou um morador de Nova York
como o responsável pelo crime.

A última nota do vídeo é um apelo:
 “Eu não tenho ninguém. Eu preciso de alguém. Meu nome é
Amanda Todd”. Em um comentário abaixo do vídeo,
 Amanda diz que não postou o vídeo para
chamar a atenção e que apenas queria ser ‘uma inspiração e
 mostrar que pode ser forte’. “O
futuro de todos será brilhante um dia, você só precisa passar
 por isso. Eu ainda estou aqui, não
estou?”, escreveu.

Confira o vídeo onde a adolescente
 desabafa um mês antes de cometer suicídio:



Nenhum comentário:

Postar um comentário